Nem imaginas o veneno ambiental que são as toalhitas!

g_03.09.2012_14.48.51_0Fazem parte da rotina diária de milhões de pessoas, de higiene de um bebé, são usadas por adultos na casa de banho e assumem-se como um dos indispensáveis das bolsas de maquilhagem das mulheres. As toalhitas vieram para ficar… e para matar o ambiente.

O famoso jornal britânico The Guardian publicou esta terça-feira um artigo em tom de alerta para o uso – e abuso – das toalhitas ou lenços húmidos. Fazem parte do quotidiano de grande parte da população mas assumem-se como o principal “vilão” da actualidade.

Diz um relatório da Universidade de Cardiff que as toalhitas – em tempos apenas usadas em bebés – podem até ser altamente capazes de matar bactérias, mas podem ser igualmente potentes em espalhá-las, principalmente quando usadas em hospitais e uma mesma unidade para uma superfície grande.

Mas não é este o único ‘pecado’ das toalhitas. Diz a publicação que estes lenços húmidos são ainda altamente poluidores. Deitá-los em sanitas repletos de químicos da maquilhagem ou gordura corporal está a causar um efeito deveras negativo na qualidade da água dos esgotos. E não só: as próprias toalhitas estão a entupir os esgotos, pois, embora na embalagem esteja o alerta para não o fazer, continuam a ser deitadas na sanita mesmo sabendo que não se desfazem como o papel.

Uma vez que não são biodegradáveis devido às fibras de plástico que as compõem, as toalhitas estão também a invadir as águas do mar e a prejudicar o habitat e a saúde das tartarugas. Segundo o The Guardian, a presença deste item de higiene está a deixar os animais confusos.

Um recente estudo da Sociedade de Conservação da Marinha, no Reino Unido, concluiu que existem atualmente 35 toalhitas por cada quilómetro de praia.

E para que este novo adereço higiénico não seja mais um dos pecados capitais do ambiente, recomenda-se que o uso seja moderado – voltando-se, assim, ao tradicional sabonete e detergente de limpeza – e que as toalhitas não sejam deitadas na sanita depois de usadas.

Fonte: Notícias ao Minuto

Partilha com as tuas amigas:

Mais dicas:

Comentários: