Pílula do dia seguinte – Como tomar e quais os efeitos colaterais!

pub

A pílula do dia seguinte serve para impedir uma gravidez indesejada, mas pode causar alguns efeitos colaterais como dor de cabeça, náusea e vômito, que podem ser contornados com Dipirona, por exemplo.
Estes efeitos geralmente surgem até 2 horas depois de tomar a pílula e podem durar cerca de 2 dias, com exceção da menstruação que podem continuar alterada por até 3 meses, mas o mais comum é que este medicamento seja bem tolerado, sem grandes efeitos secundários.

Quando e como usar

A pílula do dia seguinte deve ser usada em casos de emergência, sempre que existir o risco de uma gravidez indesejada, e pode ser tomada em situações como:

  • Relação s3 xu al sem preservativo ou rompimento do preservativo;
  • Após esquecer de tomar a pílula contraceptiva regular, especialmente se o esquecimento ocorreu mais do que 1 vez na mesma cartela;
  • Quando o DIU foi expulso;
  • Se o diafragma vaginal se deslocou ou foi retirado antes de tempo;
  • Mulheres que foram vítimas de violência sexual.

Para que a gravidez possa ser evitada, a pílula do dia seguinte deve ser tomada imediatamente até 72 h após o contato íntimo desprotegido ou falha do método contraceptivo usado regularmente. O ideal é que este medicamento seja tomada o mais próximo possível da relação sexual, pois quanto mais cedo for tomada, mais eficaz é o seu efeito.

Esta pílula pode ser tomada em qualquer dia do ciclo menstrual, e pode ser ser tomada com água ou alimentos. Cada caixa contém apenas 1 ou 2 comprimidos para toma única.

Efeitos colaterais da pílula do dia seguinte

Os principais efeitos desagradáveis que a pílula contraceptiva de emergência pode provocar são:

  • Náuseas e vómitos;
  • Dor de cabeça;
  • Cansaço excessivo;
  • Sangramento fora do período menstrual;
  • Hipersensibilidade nos seios;
  • Dor abdominal;
  • Diarreia;
  • Desregular a menstruação, podendo adiantar ou atrasar o sangramento;
  • Engordar.

Os efeitos colaterais podem surgir tanto na pílula de dose única, com um comprimido de 1,5 mg, como na dividida em duas doses, com dois comprimidos de 0,75 mg.

Quem não pode tomar esta pílula

A pílula do dia seguinte não deve ser utilizada durante a amamentação, na gravidez ou se a mulher for alérgica a algum dos componentes do medicamento. Além disso, é recomendado consultar o ginecologista antes de usar a pílula nos casos de pressão alta, problemas cardiovasculares ou obesidade mórbida.

É possível engravidar mesmo tomando a pílula do dia seguinte?

Embora seja uma chance muito reduzida, é possível engravidar mesmo tomando a pílula do dia seguinte, especialmente se:

  • A pílula não for tomada nas primeiras 72 horas após o contacto íntimo desprotegido;
  • A mulher estiver tomando antibiótico ou outros remédios que diminuem o efeito da pílula;
  • Surgirem vómitos ou diarreia até 2 horas após a toma da pílula;
  • Se já tomou a pílula do dia seguinte várias vezes no mesmo mês.

Em caso de vómitos ou diarreia nas 2 horas após a toma da pílula, a mulher deve consultar o médico ou farmacêutico porque pode ser necessário tomar nova dose da pílula para ela fazer efeito.

Partilha com as tuas amigas:

Relacionados:

Comentários: