Quantas horas de sono devemos ter diariamente de acordo com a nossa idade! É importante saber!

Quantas horas dorme por dia? Muita gente ignora a importância disso. Mas nem imaginam o mal que estão a fazer ao seu corpo!

Há quem fique diariamente na internet até altas horas da madrugada, quem saia várias vezes por semana e chegue tarde a casa, quem trabalhe à noite…

Todas essas situações são péssimas para a saúde e bem-estar.

Dormir é bom para:

  • Recuperar a energia

  • Ter disposição

  • Aumentar a vitalidade para enfrentar a rotina

  • Combater o stresse

Não pense que dormir entre 4h ou 6h é o suficiente.

Mas, de volta à pergunta, quantas horas dorme por dia?

Charles Czeisler, professor da Universidade de Harvard, realizou uma pesquisa junto com outros especialistas para determinar as horas recomendadas de sono.

Para isso, os pesquisadores fizeram diferentes estudos entre 2004 e 2014.

O objetivo era determinar a quantidade diária suficiente de sono para favorecer a saúde das pessoas.

Eles chegaram à seguinte conclusão, de acordo com a idade:

  • Lactentes (0-3 meses): 14-17 horas

  • Bebés 4-11 meses: 12-15 horas

  • Crianças 1-2 anos: 11-14 horas

  • 3-5 anos: 10-13 horas

  • 6-13: 9-11 horas

  • Jovens 14-17 anos: 8-10 horas

  • 18-25 anos: 7-9 horas

  • Adultos 26-64 anos: 7-9 horas

  • Terceira idade 65: 7-8 horas

E então, tem respeitado o tempo certo?

Esse tempo certo de horas dormidas é muito importante em todas as idades.

Mas é especialmente importante na fase de crescimento e desenvolvimento, ou seja, na infância e adolescência.

Também não podemos deixar de falar daquelas pessoas que dormem demais.

Isso pode causar outros problemas de saúde, como:

  • Dor nas costas: dormir mais de 8h pode causar dor nas costas quando se levantar. Isso acontece porque você passa muito tempo numa posição que não é natural ao corpo humano.

  • Obesidade: o metabolismo é alterado. Se passa muito tempo na cama, a energia que conseguiu armazenar para gastar ao longo do dia, pode se transformar em gordura.

  • Depressão: o ser humano é um ser de relações interpessoais. Dormir muito pode tirar vários momentos de socialização, levando a pessoa a cair numa depressão.

  • Dor de cabeça: se faz das longas horas de sono uma rotina, isso pode causar dor na cabeça porque danifica certos transmissores neurais.

  • Diabetes: como seu corpo reduz a capacidade de processar a glicose no sangue, isso vai resultar em resistência à insulina, o que acaba por atrair diabetes tipo 2.

  • Doença cardíaca: dormir demais também traz complicações ao coração. Para controlar os batimentos, é preciso se movimentar, então que dorme demais acaba por deixar o órgão vulnerável.

Segue a nossa página de facebook:


Vais Gostar de Ver

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *