Cuidar dos netos aumenta a vida dos avós! E as crianças crescem mais felizes!

Que os avós sejam uma ajuda preciosa para os pais é universalmente reconhecido: a possibilidade para uma mãe e um pai stressados confiarem nessas “babysitters” com experiência comprovada e emocionalmente envolvidas é de valor incomensurável.

Mas a ciência queria observar a mesma situação de diferentes pontos de vista, ou seja, do ponto de vista dos netos e dos avós, descobrindo os enormes benefícios que ambos têm com a convivência.

1. Pessoas mais felizes.

Pesquisas mostram que crianças criadas com os avós, quando adultos, sofrem menos com a depressão. Um estudo realizado em 374 avós e 356 netos adultos durante os anos de 1985 e 2004 constatou que ambos estavam menos expostos a sintomas depressivos.

2. Inteligência emocional superior.

A inteligência emocional é mais importante do que o QI na determinação do sucesso e da carreira de um indivíduo. É algo que as crianças aprendem através do contato com os outros e do exemplo que observam de outras pessoas; portanto, crescer junto com os avós ajudaria a aumentar a capacidade de compreensão emocional das crianças.

3. Ao ficarem mais velhos a relação melhora ainda mais.

A pesquisa mostrou que as relações entre avôs, avós e netos melhoram com a idade, especialmente para os avôs. Se as avós aparecem as mais amorosas e afetuosas do casal, depois dos 60/70 anos são os avôs que desempenham um papel maior na vida dos netos, tornando-se excelentes amigos.

4. Avós com vida longa.

Estudos mostram que os avós que regularmente cuidam dos seus netos vivem muito mais que os adultos da mesma idade, sem qualquer responsabilidade de educar os seus netos; em particular, o risco de mortalidade cai de 37% em comparação com outros avós que não lidam com os netos.

A troca geracional é boa para todos!

Partilha com as tuas amigas:

Mais dicas:

Comentários: