Parece que irritares-te com teu namorado faz bem ao relacionamento…

Quem já teve um relacionamento sabe bem que há dias bons e dias maus. Há dias em que te irrita tudo que o  teu namorado/a dz ou faz.

Estar num relacionamento não é fácil e requer bem mais do que um mero romance.

Muitos casais acreditam que minimizar o conflito no seu namoro ou casamento é uma habilidade importante mas de acordo com um estudo recente realizado por Kira Asatryan, existem momentos em que está tudo bem se duas pessoas ficarem irritadas uma com a outra.
Durante a primeira fase de uma relação, ambos tentam sempre dar o melhor de si. E é posteriormente que se descobrem os hábitos e traços mais “irritantes” do companheiro/a. Nessa fase da relação, já existe mais confiança para exprimir pensamentos e isso pode ser algo que causa mais irritação.

A verdade é que de acordo com Kira, essa irritação é um bom sinal de uma relação “real”. Isso significa que chegaram a um ponto de relacionamento onde se sentem confortáveis o suficiente para não impedirem sempre de dizer ou de fazer aquilo que acham que é correcto. A habilidade de seres verdadeiro contigo é muito importante para fazer um namoro ou um casamento durar.

Por outro lado, irritares-te com o teu companheiro/a significa também que não estás DEMASIADO confortável na relação. É sinal de que ainda estás a investir emocionalmente no teu relacionamento, mesmo que isso possa trazer alguma frustração ocasionalmente.

Imagina se tudo o que o teu namorado/a dissesse ou fizesse não tivesse qualquer efeito em ti, não seria estranho? Kira explicou que se sentir demasiada irritação é mau, não sentir nada, de todo, é muito pior. É importante sentirmos coisas pela pessoa com quem estamos, mesmo que por vezes seja frustração ou irritação. Não sentir nada pode ser o fim de uma relação.
Irritares-te com a tua cara metade também te dá a hipótese de te reavaliares, bem como aos teus padrões. Podem haver traços que simplesmente não suportas mas que não têm um efeito significativo na tua relação. Se começares a aceitar que ambos têm as suas individualidades, existe uma probabilidade maior de fazeres as coisas funcionar.

Partilha com as tuas amigas:

Mais dicas:

Comentários: