Estes 4 sinais indicam que o teu corpo está a perder a habilidade de gerar filhos!

pub

Estes 4 sinais mostram que o seu corpo está a perder a habilidade de gerar filhos, não perca tempo!

Cerca de 20% dos casais no mundo têm algum tipo de dificuldade para engravidar. No geral, 40% dos casos afectam as mulheres, 40%, os homens, 10% são atribuídos a ambos e aproximadamente 10% não têm causa aparente, segundo o Dr. Jorge Resende Filho, chefe do sector de obstetrícia da casa de saúde Santa Lúcia, no Rio de Janeiro. Segundo o médico, na mulher esta dificuldade costuma ser devido a alterações ovulatórias, endometriose, miomas ou obstrução das trompas.

Uma das causas para esta dificuldade pode ser a idade, pois a reserva ovariana de folículos, começa a diminuir a partir dos 35 anos. O que, claro, não significa infertilidade, apenas diminuição da fertilidade.

Se a mulher está nessa faixa etária, aqui estão 4 sinais de que o seu corpo está perdendo a habilidade de gerar filhos:

1. Tempo de tentativa

Caso a mulher até 38 anos esteja tendo relações sexuais regulares sem qualquer tipo de contraceptivo há mais de 1 ano e não consegue engravidar, este pode ser considerado o primeiro sintoma. Ainda existem meios para engravidar, mas as hipóteses são menores e quanto maior o tempo de tentativa, menores as hipóteses de engravidar.

2. Baixa de progesterona

A progesterona é um hormona produzida pelas células do corpo lúteo do ovário e tem como função preparar o útero para uma possível gestação recebendo o óvulo fecundado e estimulando a produção de leite. Quando o nível desta hormona começa a baixar, podem surgir sintomas físicos como perda de apetite, alterações no peso, cansaço, menstruação irregular, dores de cabeça, baixo desejo sexual, relações sexuais dolorosas, secura vaginal, síndrome do ovário policístico, falta de concentração e insónias. É um sintoma claro de que a mulher está se aproximando do climatério e perdendo a capacidade de engravidar.

3. Surgimento de diabetes tipo II

O surgimento do diabetes tipo II ocorre diante de alguns factores como idade, obesidade (ou sobrepeso), sedentarismo, álcool, entre outros. Como é um distúrbio metabólico, seu surgimento reflecte um corpo em más condições e, claro, com a regularidade ovulatória prejudicada, causando infertilidade ou dificuldade para engravidar.

4. Surgimento dos sinais do climatério

O climatério é uma fase na vida reprodutiva feminina que surge geralmente por volta dos 40 anos, podendo ser adiantado em alguns casos, principalmente para as fumadoras. No climatério, que também é chamado de pré-menopausa, ainda é possível engravidar, mas as chances já são bem menores a esta altura.

Os sintomas iniciais são mal-estar, suores nocturnos, insónias, nervosismo, calores, mau humor, depressão, secura vaginal, entre outros.

Se a mulher deseja engravidar e está entre 25 e 35 anos, é melhor não adiar, pois as chances são de apenas 25% e a partir dessa idade caem para apenas 10%, pois os óvulos não apenas estão reduzidos, mas também envelhecidos, é o que diz o ginecologista Eduardo Schor, especialista em fertilidade e professor da Unifesp (SP). Para o médico, existe hoje uma “dissociação ovário-cultural”, pois a mulher está querendo ter filhos quando o ovário não está mais pronto para isso.

Partilha com as tuas amigas:

Relacionados:

Comentários: