Se tem pelos no queixo, saiba que não os deve ignorar, eles podem ser um sinal de algo mais sério!

pub

Apesar de a maior parte das mulheres não ter barba, o aparecimento de pelos no queixo pode ser algo comum. Muitas vezes resulta de um desequilíbrio hormonal, que pode ser tratado, mas também pode indicar coisas mais graves.

Muitas mulheres têm estes pelos chatos, que por vezes podem ser um indicador de problemas de saúde. Este pode ser um sinal de hirsutismo, uma condição que leva as mulheres a desenvolver pelos mais grossos e escuros em zonas atípicas – mais típicas nos homens. Por si só, o hirsutismo não é perigoso, mas indica que algo pode estar errado com o seu corpo.

Entre as causas possíveis estão:

A genética. Se a sua avó ou a sua mãe têm alguns pelos no queixo, é normal que também possa notar o crescimento desses pelos em cima por volta da mesma idade;

Desequilíbrio hormonal. Os pelos no queixo podem dever-se à produção anormal de hormonas sexuais masculinas.

Idade. Assim que entrar na menopausa, devido à menor produção de estrogénios, é normal que alguns pelos possam crescer no queixo.

Síndrome do ovário poliquístico. Esta já é uma causa mais séria, uma vez que esta síndrome pode ter um profundo impacto na saúde reprodutora e hormonal da mulher. Por si só, os pelos no queixo não são um sintoma desta doença, mas se surgem em conjunto com outros sintomas como menstruações irregulares, dificuldade em perder peso, infertilidade ou quistos nos ovários, o melhor é ir ao médico.

Síndrome de Cushing. Esta síndrome é provocada pelo excesso de cortisol, hormona do stress. Estrias, ganho de peso e diabetes tipo 2 também podem estar ligadas a esta condição. Fale com o seu médico se sentir necessidade disso.

Hiperplasia adrenal congénita. Geralmente esta condição é diagnosticada à nascença, mas é bastante rara. Uma das alterações que pode provocar é o crescimento de pelos no queixo.

Partilha com as tuas amigas:

Outras Dicas:

Comentários: